Homossexuais, o Direito de Envelhecer

Homossexuais, o Direito de Envelhecer

Modelo: LGDOC109162
Disponibilidade: Em Estoque
Preço: R$ 15,00

Primeiro, eles tiveram de lutar para ser. E agora, na condição de idosos, deparam-se com a questão da sexualidade. “A última gracinha que eu ouvi, eu estava com minha filha abraçada numa universidade particular. O cara disse: 'já que gosta de mulher, você poderia descolar uma mais nova, a não ser que ela te banque'“, diz Yone Lindgren, 59 anos, coordenadora do movimento D´Ellas.


A maioria dos entrevistados disse ao Caminhos da Reportagem que nunca pensou na velhice e, menos ainda, na solidão. “A gente perde a autoestima, a solidão dói muito. Hoje, se eu for dançar num local público, os gays mais jovens perguntam: 'o que essa maricona velha está fazendo aqui?'”, relata Josemar Pereira, chefe de Recursos Humanos.

Para a historiadora Heliana Hemetério, o mais difícil é ser negra: “depois disso, é fácil dizer 'sou lésbica, tenho mais de 60'.”
Os homossexuais que envelhecem sem família, no Brasil, queixam-se do preconceito e, acima de tudo, da solidão. “Meu amor, sorria, você é anônimo”, diz a cantora Angela Ro Ro, 65 anos e uma das primeiras artistas Yone Lindgren (esq.) acha que o preconceito contra homossexuais que envelhecem é maior. Para Rosângela Castro, o preconceito contra idosos não depende do gênero. Foto: Bianca Vasconcellos.
Yone Lindgren (esq.) acha que o preconceito contra homossexuais que envelhecem é maior. Para Rosângela Castro, o preconceito contra idosos não depende do gênero. Foto: Bianca Vasconcellos.
a se declarar lésbica no país.

 

Direção: Bianca Vasconcellos
Ano: 2015
Duração: 52 minutos

Fazer um comentário

Seu nome:


Seu comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim            Bom

Digite o código da imagem: